Após empate, Jorginho critica 1º tempo do Bahia: “Não entramos em campo” | Rota do Sertão

ESPORTES

Após empate, Jorginho critica 1º tempo do Bahia: “Não entramos em campo”

17/07/2017 11:17 Técnico tricolor admite baixo rendimento dos seus meias e destaca evolução da equipe no segundo tempo, após as mudanças. Após empate, Jorginho critica 1º tempo do Bahia: “Não entramos em campo”

O Bahia desperdiçou a chance de embalar dois triunfos consecutivos e se afastar da zona do rebaixamento ao empatar com Avaí na noite deste domingo, em Pituaçu, em jogo válido pela 14ª rodada da Série A do Brasileiro. A equipe tricolor saiu na frente após um golaço de Renê Junior, mas cedeu o empate após falha do sistema defensivo em cobrança de escanteio.

Depois do apito final, o técnico Jorginho conversou com a imprensa e reclamou da atuação da equipe na primeira etapa. Na volta do intervalo, ele substituiu Régis e Allione por Vinícius e Gustavo Ferrareis.

- Primeiro tempo foi muito ruim. Não entramos em campo. A equipe deles joga diferente quando joga em casa, com Marquinhos e Juan, que são jogadores que cadenciam o jogo. Fora, eles botam jogadores de velocidade, e estavam só esperando nosso erro. Não conseguimos construir no primeiro tempo. Foi o que aconteceu no segundo tempo, a tabela. O time melhorou muito no segundo tempo, construindo jogo, fazendo penetrações em velocidade. Infelizmente, tomamos gol de bola parada – afirmou treinador.

Na opinião do treinador, outro atleta que não foi bem foi o colombiano Mendoza, porém ele não poderia fazer as três substituições todas de uma vez.

- Todo mundo viu que a equipe não estava bem. Eu poderia ter tirado três jogadores. Régis, Allione e Mendoza não estavam bem. Optei por um jogador que tem velocidade. Foi assim que fizemos o gol com o Renê. Tentamos mudar a cara da equipe. Melhoramos muito no segundo tempo. Tivemos uma melhora grande, sensível, mas não conseguimos conquistar os três pontos – disse.

Jorginho destacou, por outro lado, a evolução da equipe na segunda etapa. Autor de um golaço, Renê Junior levou o terceiro cartão amarelo e não enfrenta o Atlético-MG, quarta-feira, no estádio Independência.

- Teve uma melhora no segundo tempo, o Vinícius dando passe para o Renê. Renê um monstro. A gente lamenta muito, porque não poderia tomar um gol de bola parada, não pode deixar passar aquela bola passar no primeiro pau. Temos que corrigir. O que fizemos [no segundo tempo] foi colocar a equipe para frente. Tínhamos dez desfalques para esse jogo. Não tem sido fácil. Quando a coisa encaixou, perdemos o Rodrigão. Perdemos infelizmente o Renê. Estamos convivendo com isso. Mas vamos continuar trabalhando para melhorar. Dos últimos 12 pontos, somamos seis. Precisávamos desse triunfo hoje, mas não aconteceu – avaliou Jorginho.

Com o empate diante do Avaí, o Tricolor chega a 16 pontos e cai para a 14ª posição, com apenas três pontos de vantagem para o Avaí, primeiro time na zona do rebaixamento.

VOLTAS DE TIAGO E ZÉ RAFAEL

Jogadores que estão desde o início, tem o ritmo de jogo bom. Tiago é um líder. Éder foi bem, não comprometeu. Mas a volta do Tiago e do Zé ajudam bastante.

AUSÊNCIA DE RODRIGÃO

Atrapalha, porque as características são diferentes. João Paulo procurou fazer o melhor, já jogou nessa função [de centroavante] no sub-20. Não podíamos entrar desde o início com o Brumado de jeito nenhum. João Paulo sentiu fisicamente. Isso atrapalha muito. Quando a gente encontra o homem de área, a gente perde ele por contusão.

SEM MOLEZA

A gente não está na zona. Isso é muito importante. A gente pontuando fora, que é importante, pelo menos um ponto, que isso é fundamental... Não tem moleza. Brasileiro é isso aí.

MUDANÇAS NA EQUIPE

Por que? Você acha que eu errei? Você acha que nosso time estava bem? Tem cinco ou seis torcedores que ficam xingando atrás do gol. Isso é normal. Eu poderia fazer três substituições, porque três jogadores não funcionaram. Mas eu não posso fazer isso. Foi uma mudança consciente e melhorou. Foi uma evolução sensível. Eu não posso mudar porque o torcedor está irritado. Sempre vai ter alguém contra xingando. Isso é normal e faz parte.

MAIS SOBRE RODRIGÃO

Jogador diferente, de área. Infelicidade muito grande a nossa. João Paulo é um jogador jovem, jogava no sub-20 como referência, mas tem uma forma diferente de jogar. Rodrigão é mais experiente, mais baldado, veio do Santos. Temos que superar isso.

JUNINHO CONFIRMADO NA QUARTA

Vamos ter o Zé, o Tiago, isso facilita bastante. A gente sente muito a falta dele. Juninho tem entrado muito bem e deve ser o substituto do Renê, é um cara que tem uma batida na bola boa, é decisivo, então acho que a gente vai continuar muito forte.

 

 

 

 

 

Fonte: GloboEsporte  

Crédito Foto:  Divulgação 

Tags: Jorginho, critica, 1º ,tempo , Bahia
Comentários:
    Seja o primeiro a comentar...

Mais lidas

Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão Bahia 10/01/2013 14:44 Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão A confusão começou porque Linaldo supostamente matou o gato da...
Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Alagoas 04/08/2013 10:02 Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Neste domingo (7), eleitores de 16 municípios de sete Estados...
PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Sergipe 10/05/2010 10:17 PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Polícia é acionada por juíza para conter invasão ao Fórum...
Operação no Sertão: Gecoc e PM prendem suposta quadrilha de assaltos a bancos Alagoas / Polícia 24/10/2013 11:35 Operação no Sertão: Gecoc e PM prendem suposta quadrilha de assaltos a bancos Indícios apontam para o envolvimento dos acusados nos assaltos contra...
Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Alagoas 27/03/2012 16:15 Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Cantor até hoje tem sua canções tocadas em emissoras de...